Palavras com Duas Sílabas (Dissílabas)

Lista com 1000 palavras com duas sílabas (dissílabas).

amor
fato
sagaz
viés
negro
mister
convém
mexer
puta
algoz
termo
mito
senso
nobre
plena
pressa
gentil
hostil
esmo
sutil
audaz
vigor
caos
porém
seção
aquém
brio
desde
sanar
fazer
cerne
vide
paixão
sessão
formal
outrem
torpe
moral
julgar
facção
clichê
assim
poder
dispor
ação
fosse
cessão
após
abster
honra
justo
auge
também
fútil
muito
como
razão
sede
lapso
ermo
cortês
tange
gozar
hábil
expor
corja
quiçá
posse
sanção
haver
você
mote
ônus
detém
ardil
pesar
coser
ego
apto
prole
gleba
tolo
digno
suma
vulgar
buscar
genro
sobre
prover
rancor
lograr
tenaz
causa
dizer
brado
vida
casal
então
saga
atroz
além
ceder
dever
denso
crivo
dengo
assaz
penhor
idem
cozer
medo
saber
comum
formos
sempre
censo
tempo
prazer
veio
cota
boçal
sonho
franco
culto
urge
fugaz
arguir
zelo
sendo
cingir
revés
pude
temor
valha
menção
ruim
credor
coxo
mundo
ente
ater
desdém
soar
neném
secção
brando
regra
passar
pudor
forte
fase
bíblia
mostrar
perfil
cessar
gozo
pensar
bordão
vovó
pauta
casa
encher
louco
tenro
clava
desse
impor
crença
sina
criar
venham
manso
estar
lavrar
rude
rima
graça
servir
fluir
voga
jeito
pedir
ontem
conter
quando
viril
clamar
atrás
cujo
ora
apraz
feição
pleno
florão
cedo
grande
ordem
servo
bruma
onde
vermos
jamais
dogma
cisma
será
cismar
banal
sela
prosa
falar
vendo
devir
temer
guisa
simples
foda
pela
forma
padrão
quinhão
deixar
gerar
mártir
visar
trazer
nojo
obter
era
meio
prisma
cela
provém
cunho
teor
auto
tudo
face
enfim
para
forjar
senil
práxis
meiga
suprir
pose
platô
elo
coisa
ante
matiz
presa
base
teve
asco
jugo
melhor
numa
feliz
alvo
quanto
logo
praxe
galgar
pleito
reter
crise
trouxa
cumprir
grato
favor
sentir
vivaz
pulha
fluxo
mercê
alva
puder
agir
parvo
garbo
lugar
tornar
vital
vale
parco
prime
afins
dicção
plebeu
peço
ágil
cerrar
herói
citar
sermos
frisar
nexo
questão
meta
tomar
vulgo
valor
colher
fator
certo
frugal
reles
condiz
amar
sinto
pseudo
selar
mesmo
função
talvez
rogar
laico
bravo
prumo
todo
visão
eita
rege
farsa
possa
servil
lavra
homem
cisão
qualquer
missão
fulcral
orla
façam
limbo
várias
gesto
cassar
fulgor
achar
expert
amplo
alta
lastro
revel
rito
mero
doce
posso
transar
pelo
xingar
transpor
fácil
labor
olhar
trouxe
crível
tecer
haste
triste
ritmo
levar
deter
alto
matriz
foco
compor
seguir
falta
feixe
ceifar
estais
cabal
tensão
tratar
gente
sair
sulco
noção
arte
manter
probo
fértil
débil
fardo
chapéu
tese
casta
cesta
irão
bênção
querer
bojo
sesta
falso
ranço
fusão
útil
doido
ato
prezar
motriz
leito
até
loquaz
novo
passo
dia
igual
mulher
fora
horda
alma
senhor
tende
tendo
fraude
nicho
advém
remir
compraz
burro
lume
fito
viver
caçar
flanco
seio
terno
tolher
joia
dorso
chiste
ambos
ouvir
força
varão
isso
depois
torpor
alguns
senão
leigo
alguém
cauda
legal
relva
caso
morar
demais
obstar
rigor
claro
propor
algo
porvir
virá
destra
xeque
pobre
farão
vemos
morte
velho
brasil
frio
algum
ponto
cuidar
capaz
calma
despir
pranto
velar
casto
vimos
voltar
férias
faina
abrir
porra
haja
birra
todos
purgar
cruel
botar
furor
marco
ambas
migrar
covil
jovem
tipo
possam
condão
moção
peste
outro
dote
charco
dócil
massa
prece
perdão
sonso
irá
fiel
fonte
siso
rever
gestão
tema
hera
vulto
crescer
status
dentre
uma
tanto
coça
sonsa
flora
ninguém
humor
língua
vasto
breve
fauna
setor
descer
ficar
tenra
pena
preso
caução
quiser
luta
prostrar
virgem
ardor
noia
sequer
trevas
afim
prado
poxa
lembrar
lazer
gama
tesão
suar
signo
nato
item
salvo
feito
opor
maior
convir
pecha
pouco
sexo
reger
senda
vetor
sustar
noite
surgir
tino
houve
pairar
cobrir
dolo
cheque
contém
dico
nada
cartel
segue
fuga
entre
grafar
frase
adeus
antro
belo
chulo
puxar
ímpar
seja
guardar
credo
brisa
chegar
motim
fitar
morro
selo
linda
parar
anti
manha
mentor
pegar
fruir
sido
hein
minha
voo
bando
mera
vírus
margem
líder
ventre
ajo
sito
real
fulcro
trama
hoje
pregar
gerir
soldo
coçar
opção
raiva
visse
branda
água
fluido
venal
sinhá
junto
solto
lida
trecho
puro
país
virão
asno
fricção
fugir
leal
porção
terra
sumir
perder
leite
torço
verso
plano
frouxo
contra
pião
romper
treta
rua
arcar
guia
serrar
serão
parva
quaisquer
torcer
requer
bolo
grosso
quota
plural
nunca
ode
fechar
prazo
tanger
lua
findar
fixar
pompa
contar
praga
apor
daí
cunhar
comer
sente
nódoa
livro
chata
prever
essa
mudar
nome
mestre
peixe
norma
brecha
pajem
tentar
sinal
traga
lide
turva
ciclo
chique
retém
biltre
logro
voraz
saiba
malta
orar
frágil
nascer
tenso
brava
erro
rezar
messe
ficção
rapaz
primor
render
reino
fenda
queijo
nação
classe
porque
fronte
buço
verba
dormir
papel
trauma
peão
seita
grave
mostra
gana
quenga
indo
certa
caixa
zombar
meses
tosco
cair
trégua
andar
sofrer
parte
rogo
trupe
verve
turba
banzo
blasé
raro
rouca
rio
nível
preto
cheio
rincão
chance
perda
bruços
quase
dessa
tirar
tabu
campo
cume
turvo
ficha
nossa
pardo
seco
corpo
roubar
alfa
anais
povo
taxa
astro
modo
este
aval
obra
supra
reses
bençãos
faixa
instar
ciscar
torso
usar
pautar
corno
sorte
filho
fresta
saguão
privê
topo
joio
prova
louvor
causar
sentar
poupar
juiz
grupo
gostar
antes
consta
estão
alçar
brincar
captar
autor
míngua
díspar
calda
glosa
cheiro
tocar
ledo
sobe
lindo
termos
douto
molho
paira
supor
fleuma
órfão
firme
umbral
dado
junco
cousa
portar
fome
honrar
ligar
vilão
guarda
mestra
constrói
fraco
chuva
grata
pendor
versar
patrão
lenda
tomo
facto
rola
livre
finda
mandar
parca
carma
lidar
design
esse
ido
pisar
meça
fundir
moço
guilda
junção
jargão
cena
bicho
eco
constar
rara
burlar
rumo
raso
tetra
mordaz
bater
posto
caber
fúteis
risco
flertar
pode
raiz
carro
zelar
penta
primar
neutro
sebe
mente
surja
peso
guerra
finjo
curso
tento
abriu
noutro
irmão
cútis
surtir
fatal
jirau
via
monstro
chamar
extra
prono
bradar
sucção
lasso
correr
meigo
planta
autos
praia
baia
cocho
crasso
desta
foder
dano
texto
feudo
glutão
grilhões
rijo
normal
peça
advir
fado
rubro
menos
queixa
postar
cimo
branco
baixar
baixo
lesse
verter
culpa
deixa
afã
reto
pejo
grotão
aqui
feijão
museu
traço
cover
salve
tinha
optar
caro
aula
conta
cacho
mora
sondar
coro
traçar
charme
versão
sorver
crime
rival
vinha
geral
leve
pagão
aia
pasmo
poli
tenham
louvar
ponha
pilar
halo
nude
liso
medir
dextro
sexta
entrar

Veja também